Nacional

Homem agredido em discoteca de Albufeira quebra o silêncio

O homem agredido barbaramente numa discoteca na Oura, em Albufeira, utilizou as redes sociais para pedir justiça para o que lhe aconteceu no passado fim de semana. Recorde-se que foi agredido com murros e pontapés, acabando por ficar inanimado no chão depois de um estrangulamento por ‘mata leão’.

O mais preocupante é que ninguém tentou impedir o sucedido e o pior podia ter acontecido. Trinta segundos depois, dois agentes da Guarda Nacional Republicana entraram no estabelecimento para tomar conta das ocorrências. Mas não pareciam nada preocupados com a vítima estendida no chão, sem sentidos.

Leia também: Miguel Cristovinho arrasa segurança que agrediu jovem em discoteca

André Barbosa terá recusado assistência médica e só hoje apresentou queixa às autoridades competentes. Veio pedir justiça para que não aconteçam mais situações, que qualifica como “atos ridículos e monstruosos”.

À SIC já prestou declarações:

Comentários

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo